O relatório e contas do FC Porto relativo à época desportiva 2022/2023, cujo balanço final foi de 47,6 milhões de euros negativos, foi hoje aprovado pelos sócios dos 'dragões' em Assembleia Geral (AG) ordinária.

A reunião magna do emblema 'azul e branco' ditou a aprovação de 434 associados (uma taxa favorável de aproximadamente 53%), 187 votos contra e 198 abstenções, num universo de 819 associados, apesar das fortes críticas de André Villas-Boas, putativo candidato à presidência portista, no que concerne à política de remunerações dos órgãos da SAD.

Os resultados dos relatório e contas individual e consolidado, apresentados pelo administrador financeiro Fernando Gomes - e submetidos a um único sufrágio conjunto - já haviam sido ratificados pelos acionistas da SAD em 23 de novembro, aos quais se junta agora o aval da massa associativa.

O evento decorreu no Dragão Arena, face à grande afluência esperada e aos incidentes de violência que marcaram a recente AG extraordinária para aprovação de novos estatutos, e começou pelas 21:00 de quarta-feira, tendo-se prolongado pela madrugada do dia seguinte.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.