Numa noite em que o Sporting fez o apelo às senhoras para virem ao estádio, uma ‘comemoração’ antecipada do dia da Mãe, os jogadores decidiram mostrar que, afinal, até têm personalidade. Mais aguerridos, com vontade de marcar, os leões vencem ao intervalo com justiça.

E esta dinâmica em muito se deve a dois regressos: João Pereira e Izmailov. O russo tem ‘fome de bola’ e tem sido o motor, a par de Matias Fernandez, do ataque leonino.

Ainda que com domínio do jogo, e fora o golo, o Sporting teve igual oportunidades de golo ao Portimonense, que tentou aproveitar da melhor forma as duas vezes que chegou à área leonina.

Começou o Sporting. Aos 14 minutos, depois de uma jogada atabalhoada, Matias ganhou a bola, rematando para as mãos de Ventura. Aos 17’, Kady ficou perante Rui Patrício, mas atrapalhou-se desperdiçando a melhor oportunidade.

O golo leonino surgiu aos 19’, num canto batido por Matias e Postiga a subir mais alto e a fazer o 1-0.

Logo depois, aos 23’, o chileno cobrou o canto na esquerda e levou a bola a bater no ângulo, quase fazendo golo directo.

Aos 27’, Candeias fintou bem, num grande lance, mas acabou por atirar por cima.

A cinco minutos do intervalo, Yannick Djaló fez o menos provável. Passe de mestre de Izmailov, o camisola 20 conseguiu rematar ao lado, quando tinha tudo para fazer o 2-0. Não fez Yannick, fez o regressado João Pereira,  depois de uma jogada rápida com Matias, aparecendo na zona central.

O Sporting vence por 2-0 com golos de Postiga e João Pereira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.