Em comunicado publicado no seu site oficial, o Sporting reagiu ao sucedido no final do Moreirense-FC Porto, apontando o dedo à forma como os responsáveis do FC Porto se dirigiram ao árbitro do encontro no fim da partida e à agressão ao jornalista da TVI. O clube leonino fala em acontecimentos de "extrema gravidade", considerando que a "imagem do Desporto nacional sai seriamente danificada".

O referido comunicado aponta o dedo à frustração demonstrada pelos responsáveis azuis e brancos após o apito final. "É absolutamente lamentável que a frustração se transforme em condicionamento através da violência e coacção dos meios de comunicação social. É verdadeiramente lastimável que o próprio árbitro precise de protecção policial perante uma equipa técnica e staff em fúria num final de um jogo", escreve o clube de Alvalade.

O Sporting sublinha ainda que "a cultura de medo, de conflito e a apologia da violência têm de ser banidas do futebol português".

Leia o comunicado na íntegra

" Sporting Clube de Portugal considera de extrema gravidade os actos de violência que ocorreram ontem à noite depois do jogo entre o Moreirense FC e o FC Porto. A imagem do Desporto nacional sai seriamente danificada por situações desta natureza que, apesar de não serem minimamente representativas do sector em geral, ganham uma enorme dimensão quando vistas em directo pelo país e pelos altos responsáveis do FC Porto, justamente quem deve dar o exemplo precisamente contrário.

É absolutamente lamentável que a frustração se transforme em condicionamento através da violência e coacção dos meios de comunicação social. É verdadeiramente lastimável que o próprio árbitro precise de protecção policial perante uma equipa técnica e staff em fúria num final de um jogo.

A cultura de medo, de conflito e a apologia da violência têm de ser banidas do futebol português. Os fins não podem justificar estes meios. As responsabilidades têm de ser apuradas perante a cadeia inteira, desde quem ordena a quem executa.

O Sporting Clube de Portugal acredita numa forma de estar diferente no desporto e na vida. Este não é o Desporto que queremos em Portugal."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.