O Sporting comunicou esta quinta-feira à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) que vai receber uma indemnização de Rafael Leão de 16,5 milhões de euros, relativa à rescisão de contrato unilateral com os leões, depois da invasão à Academia de Alcochete.

No comunicado, pode ler-se que a Sporting SAD "foi notificada da decisão proferida pelo Tribunal Arbitral do Desporto no âmbito da acção movida pelo jogador Rafael Leão, a qual julga a ação parcialmente procedente, condenando a Sporting SAD a pagar ao jogador, a título de indemnização pela prática de assédio moral, a quantia de € 40.000,00 (quarenta mil euros), bem como julga a reconvenção parcialmente procedente, condenando o jogador a pagar à Sporting SAD a quantia de € 16.500.000,00 (dezasseis milhões e quinhentos mil euros), a título de indemnização por cessação ilícita do contrato de trabalho desportivo".

O Sporting exigiu pela rescisão unilateral do contrato de trabalho sem justa causa, ser indemnizado por Rafael Leão em mais de 45 milhões de euros, mas o TAD referiu que o valor de mercado do jogador seriam os 16,5 milhões de euros. Os verdes e brancos também estão obrigados a indemnizar o jogador em 40 mil euros pela prática de assédio moral. O avançado tinha pedido 100 mil euros.

Depois da saída do Sporting, o jogador assinou pelo Lille e foi vendido ao AC Milan no último defeso por 35 milhões de euros.

A decisão do TAD poderá ser alvo de recurso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.