Sem Miguel Veloso, Carlos Pereira, que substituiu o castigado Paulo Bento, colocou Adrien Silva como peça mais recuada do losango e Matias Fernandez, apesar de convocado, foi substituído por Miguel Angel Angulo, na direita.  

Este encontro marca também o regresso do defesa Beto a Alvalade, que durante muitos anos usou a braçadeira de capitão e saiu em 2006, para o Bordéus, tendo regressado este ano à Liga, depois de representar o Recreativo de Huelva.

O Sporting teve sempre o comando do encontro e as melhores oportunidades, Aos 30 minutos, Hélder Postiga teve o golo “oferecido”, mas Nelson antecipou-se ao avançado e negou a situação mais perigosa dos leões.

Já perto dos 40 minutos, Grimi brilhou, com um “tiro”, mas o guardião do Restelo esteve à altura, para a defesa da tarde.

Nos minutos finais, Zé Pedro arrancou, passou por toda a defesa leonina, que não pressionou, Rui Patrício esticou-se, dando a sensação que tocou com a ponta dos dedos, e a bola passou muito perto do poste esquerdo.
 
Antes disso, apenas aos 25 minutos o Belenenses acordou e por duas vezes criou perigo de bola parada: primeiro num livre de Zé Pedro, que Adrien Silva limpou de cabeça, e logo depois de canto, com Rui Patrício a sair mal e Beto, com todo para o golo, atirou por cima.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.