O Sporting desmentiu as noticias vinculadas pela imprensa italiana que dava conta de que o clube já teria feito o pagamento da primeira prestação do pagamento dos 4,8 milhões a que a Sampdoria tem direito pela venda de Bruno Fernandes ao Manchester United.

O jornal 'Il Secolo XIX' avançou que os leões tinham pago a primeira prestação dos 4,8 milhões de euros, algo que foi desmentido pelo clube, em declarações ao jornal 'O Jogo'.

O Sporting nega a notícia, afirmando que o caso se encontra entregue ao Tribunal Arbitral do Desporto, uma vez que o Sporting alega que, por Bruno Fernandes ter rescindido o contrato que assinou aquando da chegada à Alvalade, devido ao ataque a Alcochete, a percentagem da mais-valia a que a Sampdoria tinha direito e que estava inscrita nesse primeiro contrato deixou de ter efeito, visto que o jogador assinou um novo contrato no regresso ao Sporting.

Diferente entendimento tem a Sampdoria que avançou com uma queixa para a FIFA pelos 4,8 milhões de euros a que diz ter direito.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.