O Sporting empatou na Choupana a uma bola com o Nacional saindo da Madeira com o primeiro empate da época. João Aurélio marcou os dois golos. Um em cada baliza.

O Sporting foi à Choupana com vontade de provar que se preparou bem para a época 2009/2010 e entrou com vontade de dominar o jogo com uma estratégia de jogo movimentado. E nos primeiros 15 minutos foram muitas as oportunidades de golo, principalmente com origem em Liedson. Mas foi o Nacional, depois de um erro defensivo do Sporting que chegou ao golo aos 27 minutos e forçou o primeiro resultado "mínimo" dos leões nesta época, logo na estreia.

João Aurélio, na sequência de um canto, aproveitou bem um ressalto à entrada da pequena área e rematou forte para o fundo da baliza defendida por Rui Patrício.

Já depois dos 45 minutos, em tempo de descontos, numa jogada pelo lado direito, só Daniel Carriço impediu à entrada da baliza, o segundo golo do Nacional.

Paulo Bento está a cumprir castigo e por isso mesmo comanda o jogo a partir da bancada.
Na primeira parte, nota ainda para a prestação de Rafael Bracalli que conseguiu opor-se aos remates de Liedson.

Aos 42 minutos Djaló ainda teve uma boa oportunidade, depois de uma abertura de Liedson para o lado direito do ataque dos leões, mas a jogada foi travada pelo médio Salinas que cortou para canto.

Na segunda parte de jogo, o Sporting fez entrar Vukcevic e Pereirinha, para os lugares de Rochemback e Abel, mas manteve o sistema táctico com Miguel Veloso no lugar de trinco com João Moutinho do lado direito e Vukcevic na esquerda.

Aos 53 minutos nota para mais um lance de grande perigo para a baliza do Sporting. Aurélio isola-se e chega sozinho à área tendo batido Rui Patrício mas, mais uma vez, Daniel Carriço salva em cima da linha.
Aos 73 minutos num lance confuso na sequência de um livre João Moutinho remata para as mãos de Bracalli.
A infelicidade acaba por cair sobre João Aurélio ao marcar o segundo golo aos 76 minutos mas desta vez na própria baliza. Logo depois, Liedson ainda teve nos pés o segundo dos leões mas Kléber salva em cima da linha numa altura em que se via mais jogo do Sporting do que do Nacional.

Fernandez teve nos pés uma boa oportunidade aos 82 minutos mas a bola saiu ao lado da baliza do Nacional. Djaló, aos 92 minutos, falha por pouco o segundo do Sporting que sai da Madeira com o primeiro empate da época numa partida com dois golos mas pouca emoção.

Carlos Pereira, treinador-adjunto do Sporting, salientou que a partida foi previsivelmente difícil. "Penso que no geral a haver um vencedor seria o Sporting. A equipa procurou a vitória, que só não surgiu por manifesto azar".

A terminar, Carlos Pereira afirmou que é sempre bom pontuar na Choupana. "O campeonato tem muitas jornadas e agora vamos pensar na Fiorentina que é o jogo que se aproxima".

Também o capitão do Sporting, João Muotinho, admite que a equipa "não entrou bem e na primeira parte" nem fez o que tinha para fazer. "Controlámos o jogo, mas não conseguimos marcar. O Nacional fez o golo e tivemos de correr atrás da desvantagem. Na segunda parte reagimos bem, marcamos o golo do empate, mas não conseguimos vencer”.

Sobre o encontro com a Fiorentina, Moutinho realçou que “vai ser uma partida difícil, mas o Sporting quer estar na fase de grupos”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.