O Sporting está a vencer ao intervalo o Vitória de Setúbal por 2-0 em partida da 16ª jornada da I Liga. Bruno César foi o melhor homem da primeira parte. O "chuta-chuta.

O brasileiro foi a grande novidade no onze de Jorge Jesus para o encontro com o Vitória de Setúbal. O jogador ex-Benfica estreou-se assim na formação leonina. Em relação ao encontro frente ao FC Porto, apenas uma alteração. Saiu Matheus Pereira.

Desta feita foi a João Mário que coube missão de fazer o apoio ao argelino Slimani. Bryan Ruiz foi para esquerda e o “chuta-chuta” para a direita.

O primeiro lance do jogo pertenceu a Slimani. Num cabeceamento após cruzamento de Jefferson. No entanto, o remate saiu fraco para defesa fácil de Lukas.
Aos 12 minutos, o Vitória respondeu. Depois de um cruzamento de Ricardo Horta, Suk não conseguiu finalizar.

Aos 17 minutos, surgiu a primeira grande situação da partida. Bruno César cruzou atrasado para a área, Adrien temporizou e Bryan Ruiz atirou por cima.

Um minuto volvido e o Sporting marcou mesmo através do incontornável Slimani, que está com confiança em alta depois dos dois golos apontados no clássico. Após novo cruzamento de Bruno César, Slimani no coração da área encostou para o primeiro dos “leões” (18 minutos).

Aos 27 minutos, o Vitória a assustar Rui Patrício. Livre de Nuno Pinto com ninguém a tocar no esférico e esta por pouco não se encaminhou para dentro da baliza.
Aos 34 minutos, o Sporting podia ter feito o segundo. Paulo Oliveira rematou dentro da área, depois de um pontapé de canto. Valeu Radler a evitar o pior.

Aos 42 minutos, o Sporting marcou mesmo. Depois de uma jogada de insistência de Slimani, Fábio Pacheco faz um corte incompleto. A bola sobrou para Bruno César que disparou para o fundo da baliza.

O Sporting está a fazer uma ótima primeira parte, com muita dinâmica e com um futebol muito bem apoiado. O líder está “mandão” até agora em Setúbal. Já a equipa às ordens de Quim Machado não se mostrou encolhida perante o estado de graça do “leão”. O Vitória tentou criar perigo e está a tentar jogar olhos nos olhos com o clube de Alvalade.
Bruno César foi a figura desta primeira parte. O brasileiro causou mossa com vários cruzamentos venenosos. Um deles valeu assistência para o golo de Slimani. Já perto do intervalo marcou mesmo um golo com um "tiraço". Veremos o que nos reserva a segunda parte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.