O presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting, Jaime Marta Soares, alegou hoje que recusou a realização de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) por esta "violar os estatutos" do clube.

Jaimes Marta Soares indeferiu o requerimento de um grupo de sócios para a marcação de uma AGE do Sporting, em que esta decidisse a possibilidade de todas as candidaturas concorreem às eleições de 08 de setembro.

“A AGE requerida não pode ser validamente convocada nem realizada (…) pela simples, mas decisiva, razão de que o ‘objeto’ de uma AGE (como requerida) não só não tem fundamento nos Estatutos do Sporting (versão 17 de fevereiro de 2018), como seria contrário a esses Estatutos, o que feriria de invalidade a própria convocatória, a AGE em si mesma e o que quer que dela resultasse”, pode ler-se na resposta do presidente da MAG aos signatários do requerimento.

Além de indeferir o pedido constante da primeira parte do nº1 do requerimento (para a marcação e realização de uma AGE), Jaime Marta Soares indeferiu também, “como consequência”, os pedidos constantes nos nºs 2 a 5 do mesmo requerimento, os quais, no seu entendimento, dependem todos do ponto 1.

Em relação a este último, o presidente da MAG refere-se à segunda parte do mesmo, na qual se pode ler “cujo objeto seja o de viabilizar a candidatura (de três sócios aí identificados) às eleições marcadas para 08 de setembro próximo, “acomodando em qualquer caso qualquer procedimento disciplinar em curso contra os sócios referidos e bem assim qualquer eventual decisão sancionatória aí tomada”.

Ora, segundo Marta Soares, esta parte é ininteligível, razão pela qual considera o pedido inepto, logo suscetível de ser aperfeiçoado, explicitando melhor o que pretendem os requerentes.

“Logo que o façam, decidirei sobre o mesmo”, promete o presidente da MAG, não obstante já ter indeferido a primeira parte do ponto 1 para a marcação e realização de uma AGE que garanta que todas as candidaturas possam concorrer às eleições de 08 de setembro.

O prazo para a apresentação de candidaturas à presidência do Sporting expira dentro de uma semana, em 08 de agosto, o que significa que a AGE requerida teria de ser realizada antes dessa data.

Enquanto isso, as candidaturas de Bruno de Carvalho e de Carlos Vieira, ambos suspensos preventivamente na sua qualidade de sócios, aguardam pela decisão da comissão de fiscalização interina sobre eventuais sanções disciplinares que os podem impedir de concorrer ao ato eleitoral de 08 de setembro.

Além destes dois candidatos, outros sete já manifestaram intenção de concorrer ao ato eleitoral, mas até à data apenas Frederico Varandas, antigo diretor clínico, formalizou a candidatura, cujo prazo de entrega de listas termina em 08 de agosto.

Desde de que o presidente da MAG convocou eleições apresentaram-se como candidatos Frederico Varandas, Bruno de Carvalho, Carlos Vieira, Dias Ferreira, João Benedito, José Maria Ricciardi, Fernando Tavares Pereira, Pedro Madeira Rodrigues e Zeferino Boal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.