Bruno de Carvalho avançou com a impugnação das eleições do Sporting e uma providência cautelar por considerar que existiram irregularidades no processo que levou à proclamação de Godinho Lopes como presidente do clube de Alvalade.

Esta terça-feira, em declarações à margem do jantar de aniversário de João Malheiro na Catedral da Cerveja, Augusto Inácio reforçou essa ideia.

«O que continuo a dizer e repito é que o Sporting precisa de estabilidade mas também precisa de verdade. É uma questão de repor a verdade e se Godinho Lopes ganhar pela verdade teremos de apoiar o vencedor», afirmou Augusto Inácio.

O candidato a vice-presidente para o futebol da lista de Bruno de Carvalho insistiu na ideia de que algo de anormal se passou: «O número de votos que foram postos nas urnas é superior ao número de pessoas que entraram para votar. Só por isso já cheira a qualquer coisa de anormal. Queremos apurar a verdade e seguir as intenções de voto com toda a seriedade».

Na opinião de Augusto Inácio, caso seja dado provimento à providência cautelar interposta, o Sporting não irá parar: «Isso é uma falsa questão. O doutor Bruno de Carvalho já disse publicamente que apoiava o Luís Duque na preparação da próxima época. Uma coisa é a SAD outra coisa é o clube».

Sobre a possível ida de Domingos Paciência para o clube leonino, Augusto Inácio defendeu ser uma boa escolha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.