Com a época 2019/20 interrompida, o Sporting e o seu novo treinador, Rúben Amorim, aproveitam para pensar já na próxima temporada e definir alvos e lacunas do plantel a colmatar.

Uma dessas lacunas, já identificada pelos responsáveis leoninos, reside na posição de médio defensivo. O costa-marfinense Idrissa Doumbia ainda não convenceu nem treinadores, nem adeptos e Battaglia, apesar da sua influência na equipa e da vontade já expressa de prosseguir em Alvalade, tem um histórico de lesões que não dá garantias aos 'verdes e brancos'.

Há ainda, claro, João Palhinha, que se encontrava a realizar uma excelente temporada ao serviço do Sporting de Braga e que regressará do empréstimo de duas temporadas à formação minhota, mas de acordo com o jornal 'Record' e médio de 24 anos prefere ser transferido para outro país, de forma a alinhar num campeonato de maior dimensão.

Sobra outro jogador formado em Alvalade, o jovem Rodrigo Fernandes, que tem dado cartas na equipa de sub-23 e em quem o Sporting deposita grandes esperanças. O jogador até já se estreou pela equipa principal esta temporada, mas não terá ainda a maturidade necessária para se assumir como dono da posição '6' do sistema tático idealizado por Rúben Amorim, pelo que os 'leões' irão mesmo avançar para a contratação de um médio defensivo que dê garantidas para a próxima época.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.