O Sporting já reagiu à decisão da comissão de fiscalização de suspender o Conselho Diretivo do clube. Bruno de Carvalho não marcou presença na conferência de imprensa.

Elsa Judas, presidente da comissão transitória da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, comentou a suspensão de Bruno de Carvalho por parte da Comissão de Fiscalização nomeada por Marta Soares.

Para Elsa Judas, a comissão de fiscalização que suspendeu o presidente do Sporting "não só é ilegítima, como também todas as soluções apresentadas são ilegítimas".

Para a presidente da Comissão de Gestão, a realizar-se a AG de dia 23, esta nunca "nunca destituiria este Conselho diretivo".

"Percebeu-se que a AG de dia 23, a realizar-se, nunca destituiria este Conselho Diretivo. Não foram verificados quaisquer suportes para a sua realização. Sabe-se perfeitamente que nunca o presidente será destituído. Percebeu-se que a única coisa que havia para fazer para afastar este presidente e este Conselho Diretivo era suspendê-los no âmbito de um processo disciplinar, não se sabendo bem como", disse em conferência de imprensa.

Elsa Judas, Trindade Barros e Fernando Correia foram os elementos presentes na conferência de imprensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.