O Sporting revelou, em comunicado enviado à CMVM, que gastou 12,3 milhões de euros em transferências de oito jogadores no mercado de janeiro.

O médio Idrissa Doumbia foi o reforço mais caro e que custou 3,8 milhões de euros com 480 mil euros de comissões. Seguem-se Borja, que custou 3,1 milhões de euros, e Tiago Ilori que custou 2,4 milhões de euros. Metade do passe de Gonzalo Plata custou 1,075 milhões de euros. Matheus Nunes, que chegou do Estoril, custou 500 mil euros, o mesmo valor pago ao Paços Ferreira pelo avançado Luiz Phellype.

O clube confirmou ainda o regresso de Felipe Chaby, que, entretanto, foi cedido ao Estoril Praia, e os empréstimos de Jiahao Wang e Ronaldo Souza.

Em rumo oposto, além do acordo estabelecido com o guarda-redes Rui Patrício, o Sporting comunica as saídas a custo zero de Luc Castaignos, Nani, Fredy Montero, Bruno César, Kiki Kouyaté, Euclides Cabral e Fokobo e dos encaixes financeiros com Marcelo (meio milhão de dólares, cerca de 440 mil euros), Merih Demiral (3,5 ME) e Tiago Djaló (0,5 ME).

Igualmente confirmada neste comunicado está a cedência do argentino Alan Ruiz ao Atlético Aldovisi, até junho de 2019, numa lista em que se incluem os empréstimos de Viviamo, Lumor, Misic, Carlos Mané, Iuri Medeiros, Carlos Jatobá, Ryan Gauld e Bruno Paulista, além da revogação do acordo por Sturaro.

Confira o comunicado dos leões

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.