O jogador que tem dupla nacionalidade – é croata e bósnio – tem 26 anos e afirma que a sua aposta no Nacional teve a ver com o facto de poder jogar num clube que aposta sempre em chegar às competições europeias e ao mesmo tempo aspirar a chegar a uma das selecções.

“Foi a aposta certa numa equipa que joga sempre para chegar às competições europeias. Para além disso, tenho dupla nacionalidade e como não joguei ainda por nenhuma das selecções, poderei optar”, afirmou o atleta em entrevista ao site do clube na Internet.

Definindo-se como um lateral esquerdo que pode ocupar posições mais avançadas no terreno, Stojanovic, que na época passada jogou no Zerinjski Mostar, considera que a Liga portuguesa está entre as dez melhores do mundo.

“É uma das dez melhores do mundo e por isso é um desafio para qualquer jogador e tenho a certeza que vou ser feliz aqui”, afirmou o jogador, depois de conhecer as instalações do clube, na Choupana.

“É um lugar fantástico, com instalações muito modernas e completas. Vai ser um prazer trabalhar aqui”, afirmou Stojanovic que vai agora regressar à Bósnia para apresentar-se depois em Julho para o arranque dos trabalhos de pré-temporada, sob a orientação do técnico Predrag Jokanovic.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.