Face à última convocatória (1-0 ao Padroense, para a Taça de Portugal), sai Bolívia, que se junta a Bruno, Tiago Rannown, Real, NKake e Kovacevic nos preteridos por opção técnica. De fora está ainda o lesionado Bellagra.

O treinador Augusto Inácio perspectivou “uma partida com muitas complicações, perante um adversário bem estruturado, organizado, com excelentes executantes e os mesmos pontos da Naval”.

Inácio desvalorizou a troca de treinador registada na equipa adversária esta semana (saiu Manuel Fernandes e entrou Lito Vidigal), considerando que a União de Leiria “um conjunto detentor de grande organização”.

“Vamos a Leiria para ganhar. Julgo que vamos ter um jogo muito dividido e táctico. Espero que a minha equipa seja a mais serena, com o estigma de vencermos pela quarta vez consecutiva”, disse o técnico.

A receita está encontrada: “Rigor e organização são armas para vencer, mas, não nos podemos esquecer que para ganhar é necessário também grande capacidade de sofrimento”.

“Quando não se pode ganhar... também não se pode perder. Se jogarmos bem, ficamos mais perto da vitória”, finalizou o técnico da Naval 1.º de Maio.

O jogo entre a União de Leiria e a Naval 1.º de Maio disputa-se pelas 16:00 de sábado, no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, e será dirigido pelo árbitro Elmano Santos, da Madeira.

Lista dos 19 convocados:

- Guarda-Redes: Peiser e Jorge Batista.

- Defesas: Lupède, Diego, Daniel Cruz, Carlitos, Gómis e Zé Mário.

- Médios: Lazaroni, Alex Hauw, Baradji, Godeméche e Camora.

- Avançados: Michel Simplício, Davide, Ouattará, Tandia, Kerrouche e Marinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.