"Tenho a sensação de dever cumprido". Foi com estas palavras que Carlos Carvalhal resumiu o seu estado de espírito, depois de conseguir uma goleada na semana em que foi confirmado o seu adeus a Alvalade.

O técnico leonino dedicou o triunfo aos adeptos e regozijou-se pela prestação desta noite. "Para se fazer cinco golos é preciso ter qualidade perante uma boa equipa. Nós é que soubemos tornar o jogo fácil. Estamos a fazer golos, a praticar um excelente futebol e dedico a vitória aos adeptos. Todos os sportinguistas ficaram satisfeitos."

Carlos Carvalhal recusou ainda a ideia de retirar um gozo especial desta vitória. "Todas as vitórias dão gozo. Não é uma resposta nenhuma, é um trabalho de continuidade. A jogar de três em três dias não é fácil implementar ideias, mas a partir do tempo que a equipa integrou ideias ficámos satisfeitos", frisou.

Evitando tecer comentários à expulsão de Izmailov, Carvalhal comentou ainda as declarações de Yannick, que se mostrou favorável à sua continuidade. "Não é novidade para mim", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.