Bruno de Carvalho continua convicto na conquista do título de campeão de futebol em maio. O Sporting está a oito pontos do líder Benfica, depois de 16 jornadas, mas o líder leonino acredita que será o Sporting a fazer a festa de campeão. É tudo uma questão de trabalho.

"Estou a trabalhar como sempre fiz, as 24 horas por dia, a sofrer por este clube. Se calhar um dos males destes órgãos sociais foi termo-nos esforçado pouco para que as pessoas percebessem aquilo que fazemos. Resolvemos situações que duravam há 20 anos. Nós gostamos é de trabalhar. Mesmo aumentando as despesas, os lucros são maiores, mesmo com o caso Doyen acautelado", disse Bruno de Carvalho aos jornalistas, numa conferência de imprensa em Alvalade, onde falou a seguir a apresentação da candidatura de Madeira Rodrigues à presidência do Sporting.

"Tenho uma fé inabalável que ainda vamos ser felizes este ano", completou.

Na apresentação da sua candidatura, Pedro Madeira Rodrigues disse ter falado com Bruno de Carvalho mas o presidente do Sporting não se lembra de nada.

"Quero pedir as mais sinceras desculpas ao Doutor Pedro Madeira Rodrigues, mas não me lembro de me ter cruzado com ele. Cruzo-me com milhares de pessoas, por isso não é por mal. E é bom sinal, porque significa que me casou alguma boa impressão, porque não tenho nada a apontar", frisou.

Bruno de Carvalho, que não disse se será candidato ou não, recusou analisar as palavras de Madeira Rodrigues: "Estou aqui como presidente do Sporting e não como candidato a coisa nenhuma nem para avaliar candidatos", atirou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.