O Tondela venceu, este domingo, o Moreirense por 2-1, graças a duas grandes penalidades convertidas no final de cada parte, na 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol, e garantiu a permanência pela quinta época seguida.

Em Moreira de Cónegos, aos 44 minutos, Murilo rematou e Abdu cortou com o braço. o árbitro Luís Godinho ouviu o VAR e confirmou a decisão. João Pedro converteu com sucesso, com guarda-redes para um lado, bola para o outro.

No segundo tempo, a equipa da casa chegaria à vantagem. Nuno Santos cruzou atrasado na esquerda e a bola ficou à mercê de João Aurélio, que disparou de primeira com a bola a tocar ainda em Yohan Tavares e a trair Niasse, fazendo assim o empate.

Aos 88 minutos, foi assinado uma grande penalidade para o Tondela, após má abordagem de Halliche, que derrubou Richard. A conversão foi uma fotocópia do primeiro penálti. Pepelu atirou para o meio e consegue o segundo dos beirões, garantindo assim a permanência na I Liga.

O Tondela, que precisava somente de um ponto para se manter no escalão maior do futebol nacional, assegurou o objetivo na última jornada pela quarta vez em cinco épocas, depois de já o ter feito em 2015/16, 2016/17 e 2018/19, e terminou a edição de 2019/20 da I Liga na 15.ª posição, com 34 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto