Pedro Cunha, treinador do Rio Ave, prometeu hoje uma equipa jogar "olhos nos olhos" com o líder Sporting, no duelo de sexta-feira, da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que se disputa no estádio Alvalade.

"Temos de ser um Rio Ave muito competente para contrariar um adversário com dinâmica de vitória, que só empatou um jogo no campeonato. Mas somos uma equipa que entra sempre para ganhar, e que vai querer jogar olhos nos olhos, impondo o seu futebol e explorando algumas debilidades do adversário", disse o técnico dos vila-condenses.

A equipa da foz do Ave, tal como o Sporting, vem de uma eliminação da Taça de Portugal [frente ao Estoril Praia, da II Liga], mas Pedro Cunha garante que esse "é um capítulo fechado" e quer repetir a exibição da última jornada da Liga, em que venceu o Portimonense por 3-0.

"Espero um Rio Ave à imagem do que foi no último jogo do campeonato, com competência, a saber o que fazer, e perceber onde o Sporting nos pode agredir, mas também explorando os espaços que o adversário vai deixar", detalhou o técnico.

Apesar dessa ambição, o treinador dos vila-condenses reconhece "a missão complicada de defrontar um adversário com dinâmicas de vitórias", elogiando o trabalho de Rúben Amorim no comando do conjunto lisboeta.

"Defrontar equipas como o Sporting é muito complicado, ainda para mais porque está com uma dinâmica forte. É uma equipa com uma rotina e processos de jogo bem trabalhados pelo Rúben Amorim, que é ofensiva e sabe o que faz em todos os momentos", analisou Pedro Cunha.

Questionado se os recentes casos de infeção pelo novo coronavírus no plantel do Sporting podem fragilizar o adversário e ser um trunfo para o Rio Ave, o treinador do vila-condenses lembrou que os ‘leões' têm um plantel "com várias soluções".

"Infelizmente, temos de viver com esta questão da covid-19 e também já tivemos vários atletas em isolamento profilático. Mas o Sporting tem soluções variadas para todas as posições e uma ideia de jogo muito cimentada. Pode trocar de jogadores, mas os equilíbrios mantêm-se e os atletas sabem o que têm de fazer", disse Pedro Cunha.

O conjunto vila-condense também tem algumas limitações, não podendo contar com os lesionados Júnio Rocha, Jambor e Filipe Augusto, tendo Pelé ainda dúvida, devido a problemas musculares.

O Rio Ave, 10.º classificado, com 14 pontos, defronta na sexta-feira, no estádio de Alvalade, o Sporting, líder do campeonato, com 35, numa partida agendada para as 18:30, que terá arbitragem de Hélder Malheiro, da Associação de Futebol de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.