"Queremos dar continuidade ao que fizemos, repetindo a intenção, dedicação e conteúdo do jogo, mas procurando um resultado diferente. E foi apenas isso que nos faltou frente à União de Leiria", disse Ulisses Morais, que elogiou a "excelente entrega" dos seus jogadores.

O técnico pacense afirmou a necessidade de "acreditar sem desespero", numa referência directa ao processo de finalização, ainda sem grande expressão, apesar das inúmeras oportunidades de golo criadas frente à formação do Lis.

"O momento de finalização não foi tão feliz, porque me parece que para alguns elementos foi uma situação virgem e para outros houve algum deslumbramento, por aparecerem pouco (em zona de finalização)", sublinhou, reiterando confiança num resultado diferente no Restelo, frente a um "adversário difícil".

"Temos um registo do Belenenses mais para cima do que fez num ou noutro jogo. É uma equipa organizada, com bons elementos e que vem de um resultado confortável", sublinhou a propósito da visita ao Restelo, onde não vai poder contar com Manuel José, que cumpre castigo, com Paulo Sousa, por lesão, e com os condicionados Kelly e Leandrinho.

Ulisses Morais insistiu ainda que "a imagem de equipa à Paços, da equipa que luta até ao fim, tem de ser deixada em campo pelos jogadores", por quem - disse - responde perante os associados e dirigentes.

O Paços de Ferreira (sete pontos) defronta o Belenenses (oito pontos), no Restelo, sexta-feira, às 20:15, no jogo de abertura da 10.ª jornada da Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.