Carlos Brito, técnico do Rio Ave, considera que vencer a União de Leiria no domingo, na sexta jornada da Liga de futebol, é “importante” para fugir ao fundo da tabela da Liga de futebol.
Com apenas dois pontos somados no campeonato, que colocam a equipa vila-condense no último lugar da classificação, o técnico da turma da foz do Ave acredita que um triunfo pode “alavancar” a sua equipa.
“Não podemos ceder mais, uma vitória em Leiria é importante. Com ela e com a conjugação de todos os resultados podemos sair da última posição”, disse Carlos Brito.
No entanto, Carlos Brito pretende corrigir alguns aspectos: “Não estamos a defender tão bem nem a ser tão compactos. Enquanto que no ano passado não era fácil fazer golos ao Rio Ave, este ano isso tem sido uma pecha nossa”.
Para este jogo em Leiria, o treinador do Rio Ave vai tentar que “a equipa não falhe tanto”, frente a um adversário que considerou “difícil”.
“A nível de individualidades a União de Leiria é uma equipa forte, mas acredito que a nossa equipa, se jogar como conjunto, poderá contornar esse facto”, frisou Brito.
Entretanto, no treino desta manhã, o médio Ricardo Chaves, que tem alinhado no eixo da defesa devido à onda de lesões que assola esse sector da equipa vila-condense, abandonou mais cedo os trabalhos, após o choque com um colega. A situação clínica do jogador será reavaliada.
Entregues ao cuidado do departamento médico continuam Éder, Vítor Gomes e Felipe Alberto.
O defesa Jeferson prossegue o plano de recuperação, mas ainda não será opção para este desafio com a União de Leiria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.