O Gil Vicente estabeleceu uma parceria com o Manchester City e ao estádio de Barcelos chegarão alguns jogadores ligados ao líder da Premier League.

Em entrevista ao SAPO Desporto, António Fiúza explica os contornos deste acordo. «Queriam comparecer em Portugal para tratar de vários assuntos e foi o Gil Vicente o escolhido. Vamos receber jogadores e é uma parceria completa. Ficámos muito contentes», afirmou o presidente do clube gilista.

O clube minhoto vai ser um «interlocutor privilegiado» com o milionário colosso inglês, numa parceria que abrange outras áreas além do futebol. «Eles viram que o Gil Vicente é um clube em crescendo. Poderemos também aprender algumas coisas com eles na área de marketing e merchandising. É sempre bom estar em parceria com um clube da dimensão do City. Eles também precisavam de algumas informações do futebol português e tudo o que acontecerá em Portugal que envolva o City passará também pelo Gil», frisou o presidente do emblema gilista.

«É uma boa parceria para os dois clubes, feita com espírito sincero e aberto», resumiu António Fiúza.

Confrontado com uma possível abertura do Gil Vicente a investidores estrangeiros, como é o caso do milionário Manchester City, António Fiúza descartou esse cenário. «Isso não vai acontecer. Não somos uma SAD, somos um clube e não está nos planos», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.