"O Braga é muito forte em casa e é um dos favoritos para ganhar o campeonato, mas queremos dar sequência às últimas duas vitórias", declarou Mitchell Van der Gaag, na antevisão ao jogo.

O técnico holandês foi peremptório: "Uma equipa que se quer consistente tem de ganhar estes jogos e, por isso, jogamos sempre para ganhar, senão, mais valia estar em casa".

O treinador do Marítimo não se mostrou intimidado pelo facto de jogar no reduto do segundo classificado da Liga, mostrando-se satisfeito por saber que o estádio Municipal de Braga vai estar cheio.

"São duas equipas que gostam de jogar futebol. O encontro será apitado por um internacional e parece que vamos ter casa cheia", realçou.

Van der Gaag perspectiva "um bom jogo, mas complicado", perante um adversário que tem mostrado as razões pelas quais é candidato ao título.

No entender do técnico holandês, a equipa bracarense "já vem a jogar assim há alguns anos e a cada época tem vindo a evoluir para alcançar este objectivo de ser campeão".

O técnico maritimista não pode contar com o castigado lateral esquerdo Alonso, devendo optar pelo madeirense Luís Olim, enquanto Paulo Jorge deve recuar para a lateral direita, em virtude de Briguel ter contraído uma lesão no ombro direito, contraída do jogo como a União de Leiria.

Mitchell Van der Gaag assumiu que para este jogo já deverá contar com o reforço de inverno Tchô, médio brasileiro que se tem mostrado apto a ajudar os seus colegas de equipa.

Para o jogo com o Braga, o técnico holandês salientou o facto de já poder integrar o defesa Diakité, realçando que "os reforços estão num momento difícil, pois o Yuri foi para a equipa B e o Rafael Miranda e o Cherrade só começam a treinar na próxima semana".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.