O novo treinador terá como adjuntos Humberto Fernandes, que o acompanha da equipa "B", António Fidalgo, ex-assessor da SAD, e Quim Loureiro, treinador dos guarda-redes e único elemento que transita da anterior equipa técnica.

O anúncio feito pela SAD maritimista vem de certa forma desmistificar a ideia de que o jogo de domingo com o Santa Clara, para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, seria decisivo para a sua continuidade.

De igual modo, a SAD confirmou hoje o nome de Nélson Caldeira como técnico principal da equipa "B", sendo que o ex-futebolista do Marítimo Carlos Jorge será o seu adjunto.

O treinador holandês fez questão ainda de conceder a sua primeira entrevista ao site oficial do clube, na qual afirmou estar "preparado para o desafio".
Mitchel Van der Gaag salientou que o plantel "tem qualidade e atitude", como o demonstrou no jogo da última jornada do campeonato em Coimbra, no qual o Marítimo venceu a Académica por 4-2.

"Quando conseguimos aliar a atitude à qualidade como a que este grupo tem, as coisas tornam-se mais fáceis e posso garantir que temos uma boa base para trabalhar o futuro", destacou o técnico.

Ligado ao clube desde 2001, o ex-jogador holandês garante que se sente bem no Marítimo e nas novas funções, depois de liderar a equipa "B", onde garante ter aprendido muito.

"Na equipa 'B', foi com um estágio, visto ter sido uma época de aprendizagem, uma época difícil porque ainda pensava muito como jogador e não tanto como treinador", salientou.

Relativamente aos objectivos da equipa, Mitchel Van der Gaag assumiu que é preciso "enfrentar cada jogo com o espírito de vitória", consciente de que as vitórias reforçam a confiança da equipa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.