Mitchell van der Gaag apresentou a demissão do cargo de treinador de futebol do Belenenses, devido à "impossibilidade de liderar a equipa em dias de jogo", revelou na quinta-feira a SAD dos "azuis" em comunicado.

"Na passada segunda-feira, Mitchell Van der Gaag apresentou a sua demissão de treinador do Belenenses. A razão da sua decisão foi a impossibilidade, que ainda subsiste, de liderar a equipa em dias de jogo", pode ler-se no comunicado, assinado pelo presidente da SAD, Rui Pedro Soares.

O técnico, de 42 anos, que liderou os "azuis" no regresso à I Liga, esteve afastado do banco nos últimos meses, em virtude de um problema cardíaco que se evidenciou a 21 de setembro, durante a partida da quinta jornada, com o Marítimo.

O treinador holandês viu-se obrigado a interromper a participação nos treinos e nos jogos da equipa, situação que levou a SAD do Belenenses a recorrer ao responsável dos juniores, Marco Paulo, que tem vindo a orientar o emblema do Restelo.

Na nota divulgada na página oficial da SAD, Rui Pedro Soares enaltece "o profissionalismo, competência e, sobretudo, as qualidades humanas" do antigo defesa central, deixando igualmente a ideia de que as portas do Restelo continuam abertas a van der Gaag.

"Após o período de repouso que merece, terá sempre uma importante função no Belenenses", pode ler-se no comunicado do clube do Restelo.

O Belenenses ocupa a 14.ª e antepenúltima posição na I Liga, com 12 pontos, não tendo somado qualquer triunfo nos últimos oito jogos para a competição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.