O plantel e a equipa técnica do Sporting foram recebidos esta quinta-feira na Câmara Municipal de Lisboa, depois da conquista do título de campeão nacional. No seu discurso, Frederico Varandas, presidente dos 'leões', aproveitou para deixar uma palavra aos rivais FC Porto e Benfica.

"As nossas primeiras palavras vão para os nossos rivais, para os dois nossos rivais. Foram duros dentro de campo, foram adversários difíceis, acreditaram até ao fim. E obrigaram-nos a superarmo-nos a cada jornada, a bater recordes atrás de recordes. Sem eles nunca teríamos chegado aqui. Para eles, um obrigado. Seria uma injustiça confundir duas grandes instituições com as pessoas que as representam. Cada rival tem a sua estratégia de comunicação, e é legítimo. Para uns, não venceram porque foram o único clube a sofrer de covid-19. Outro, porque só tiveram 16 penáltis. Mas todos sabem que o Sporting venceu por ter sido mais competente", disse.

O líder dos leões comentou ainda as recentes declarações de Pinto da Costa, que criticou os festejos do título em Alvalade e no Marquês de Pombal.

"Ouvi alguém dizer que tinha sido um espetáculo degradante em Lisboa, não concordo. É verdade que houve excessos impossíveis de controlar tal a dimensão do clube e do sentimento. Mas, degradante, para mim e para o clube que tenho a honra de presidir, é estar envolto em escutas de corrupção há anos e anos. Isso é que para nós é degradante", atirou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.