Em entrevista à Sporting TV, Frederico Varandas falou sobre a aposta em Leonel Pontes para suceder a Marcel Keizer no comando da equipa principal dos 'leões'.

O presidente do clube de Alvalade admite que a chegada do técnico aos sub-23 não foi "por acaso".

"O Leonel Pontes não tem um prazo, tem uma tarefa. Depois cá estaremos, juntamente com ele, para observar e tomar decisões. Não há um timing para encontrar um novo treinador. O Leonel Pontes não foi escolhido para os sub-23 por acaso. Tem muitos anos de formação no Sporting, conhece a casa, conhece o plantel dos sub-23 e da equipa principal. E é um treinador português. A nacionalidade também era importante em novembro quando veio o Marcel Keizer, mas nem sempre se consegue o que se quer. O facto de não haver estabilidade por vezes afasta as pessoas dos projetos", começou por dizer.

Questionado sobre que perfil deve ter o treinador do Sporting, Frederico Varandas destacou: "Não deve ter medo de apostar na formação. Porque a formação é o futuro. Não vou dizer que o Sporting vai viver exclusivamente da formação, mas vai apostar na formação. E tem de ter resultados também."

"Se há uma coisa que esta administração não abdica é do rumo traçado. O treinador é uma peça fundamental? É, mas não é ele que define a estratégia e o rumo. Queremos uma aposta forte na formação com contratações cirúrgicas. Por isso, esta é a nossa linha. Uma linha que aposta muito na formação. A estrutura está montada e é uma estrutura altamente profissional", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.