A Primeira Liga de futebol voltou, quase três meses depois de interrompida, devido a pandemia de COVID-19.

Esta não foi uma ronda fácil para os guarda-redes. Houve muitos erros dos homens que defendem as balizas, algumas deles com influência direta nos resultados dos jogos.

Em Famalicão, o líder FC Porto perdeu com a equipa da casa por 2-1, num jogo onde Marchesín começou por 'borrar a pintura' com um passe para... golo Fábio Martins. O argentino até joga bem com os pés...

No D. Afonso Henriques o Sporting empatou 2-2 mas esteve a vencer em duas ocasiões, com golos de Sporar. No primeiro, aproveitou um erro monumental de Douglas para atirar para a baliza deserta.

Os 'conquistadores' empataram depois de um erro de Luís Maximiano, na saída de bola do Sporting: pressão, passe errado, recuperação e golo de João Carlos Teixeira.

Na Cidade do Futebol, 'casa' do Santa Clara neste regresso da I Liga, os açorianos venceram por 3-2 o SC Braga, num jogo onde estiveram a perder por 2-1. O golo da vitória nasce num erro de Matheus na reposição de bola dos arsenalistas.

Em Vila do Conde, o Rio Ave perdeu na receção ao Paços de Ferreira, num jogo com duas expulsões (uma para cada lado) e muitos lances bizarros. Começou com o primeiro golo dos 'castores', onde o vento traiu Kieszek, levando o polaço a dar um 'frango' monumental.

O segundo golo do Rio Ave nasce de um erro do guarda-redes Ricardo Ribeiro, que, ao tentar afastar a bola, choca com o defesa Marco Baixinho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.