Luís Filipe Vieira concedeu uma entrevista ao jornal 'A Bola', onde acabou por abordar vários assuntos em relação à atualidade do clube.

O líder das águias esclareceu que Jorge Jesus já estava pensado como treinador das águias antes de Bruno Lage ter ocupado o banco. Vieira foi questionado pelo facto de ter dito na RTP 3 tinha sido equacionado em março/abril, quando em junho tinha dito que Lage seria o treinador do Benfica ganhasse ou não,

"Disse que Jesus já estava pensado em março/abril? Não, não, disse: ‘Se houvesse uma alteração no Benfica tu serás o próximo treinador do Benfica, assim o queiras. (...) Sei a conversa que tive com Jesus. Disse ao Jorge: 'Se nós fizermos alguma alteração, tu serás o nosso treinador’. Aliás, deixe-me dizer, quando chamo Bruno Lage, quando ele entra, se o Jorge tem dito que sim, na altura, não seria o Bruno Lage. Agora, quando o Bruno Lage entra já não era capaz de tirá-lo de lá. Isso acabou. O Bruno era para fazer um jogo, depois o Jorge disse que não. Era o Jorge que estava pensado, vamos ser claros nisto", referiu.

Sobre o facto de ter dito que Jesus já não voltaria ao Benfica respondeu da seguinte forma: "É o contexto. Quando falei o contexto era um, hoje é outro. A vinda do Jesus foi muito, muito pormenorizada e bem pensada. Não foi pensado há dias. Ele sabe melhor do que eu que não foi há dias", esclareceu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.