"É fundamental ganhar para marcarmos uma viragem". Sem rodeios, Nelo Vingada exigiu uma vitória aos seus jogadores na quarta jornada da Liga, na qual o V. Guimarães defronta a Naval, e deixou a receita para atingir o objectivo: "É preciso jogar, lutar, ser contundente, mas o mais importante, sempre, é o resultado - vamos jogar sempre para o resultado".

Na conferência de imprensa de antevisão, o treinador dos minhotos apelou também à paciência e apoio dos adeptos. "Os profissionais do futebol têm de estar preparados para a ansiedade e para a controlar. Do outro lado está uma equipa que tem os seus propósitos, o jogo tem 90 minutos e o fundamental é somar os três pontos. É preciso que os adeptos percebam que não vamos jogar contra coxos, são do mesmo escalão e igualmente profissionais”, avisou Vingada, salientando que um triunfo seria importante "para unir o Vitória". As palavras do técnico foram pronunciadas numa semana em que se verificou uma tentativa falhada de levar a Assembleia Geral uma proposta de destituição do presidente Emílio Macedo. “Não somos insensíveis a isso e também por isso queremos vencer para selar a união de todos”, rematou Vingada.

Contudo, o técnico espera poder aproveitar a instabilidade vivida na Naval, na sequência da demissão de Ulisses Morais. "Isso é problema deles", disse, admitindo que “quando se muda de treinador, muda sempre alguma coisa”.

O jogo realiza-se no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, sexta-feira, às 20h15, e será arbitrado por João Capela, de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.