Vítor Baía, antigo guarda-redes do FC Porto, defende que os dragões devem reforçar a aposta na formação e deixar de ser "um entreposto" de jogadores.

"Quando falamos de referências elas vêm de jogadores que sentem verdadeiramente o clube. O clube não deve ser um entreposto, um local de passagem. As dificuldades financeiras levam a que isso seja uma realidade, mas há que modificar para voltarmos ao trilho do que conquistámos nos últimos 30 anos", disse Baía à margem de uma iniciativa da sua Fundação, na Maia.

"Terá de haver mudança do modelo de gestão, porque a formação terá que fazer parte do pensamento das pessoas que mandam", acrescentou, referindo ainda que neste aspeto o FC Porto está em vantagem relativamente aos rivais, "pela cultura desportiva, que é mais incisiva e vincada do que nos restantes".

Baía defendeu também que Lopetegui poderá ser a pessoa indicada para apostar nos jovens: "Ele tem uma sensibilidade diferente no trabalho com os jovens e será uma mais-valia, porque já conhece o campeonato português, já se adaptou".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.