Vítor Oliveira criticou a postura defensiva do Portimonense, após a derrota no Dragão por 5-2 com o FC Porto. O técnico dos algarvios esperava mais da sua equipa em termos defensivos.

Análise ao jogo: "Uma vitória expressiva do FC Porto que é justificado pelos erros defensivos que cometemos. Foram muitos erros estivemos, muita desconcentração da nossa parte. Sofrer três golos em seis minutos é absurdo, mas acontece no futebol. Não estamos satisfeitos com a esta situação, não esperávamos isto. Em termos ofensivos, fizemos o que era exigido, fazer dois golos aqui no Dragão não é fácil. Mas fomos muito frágeis, com muitos erros defensivos. Podíamos ter sofrido mais golos como podíamos ter marcado mais. Fomos diferentes com bola e sem bola, pouco agressivos sem bola. Poderíamos ter marcado em algumas situações. Mas estamos tristes com este resultado, sofrer cinco golos não é normal, não estamos habituados. É pouco normal no futebol português este resultado".

Cinco minutos fatais: "Há mérito do FC Porto, é o líder da Liga, está muito forte, muito motivado, com várias vitórias seguidas e isso torna o jogo mais difícil, mas facilitamos em demasia. Tivemos situações em que devíamos ter sido mais agressivos, compactos e organizados".

Mexidas ao intervalo: "Disse que tínhamos de entrar fortes, bem organizados, para tentar fazer o 3-2 e atrapalhar e enervar o FC Porto, mas sofremos logo o quarto golo que acabou por arrumar com o jogo, que já estava difícil e tornou-se impossível".

O FC Porto goleou o Portimonense por 5-2, em jogo da 7.ª jornada da I Liga.

Veja o resumo do jogo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.