O Vitória de Guimarães recebeu este domingo o líder do campeonato, FC Porto, para o jogo da 20º jornada do campeonato nacional. Na primeira volta da temporada, os 'dragões' perderam em casa com a equipa de Luís Castro e nesta segunda volta não foram além de um empate.

Os primeiros quinze minutos de jogo mostram um FC Porto forte e eficaz, enquanto o Vitória de Guimarães apresenta dificuldade em contornar a pressão alta da equipa de Sérgio Conceição.

A partir dos 15 minutos a equipa da casa acorda e dá dores de cabeça a Iker Casillas. Embora, o FC Porto continue mais à vontade, a equipa do Vitória mostra uma clara vontade de atrapalhar o líder do campeonato nacional.

No entanto, a vontade não chega e a verdade é que apesar da garra dos homens de Luís Castro, os 'dragões' dominam o resto da primeira parte e desperdiçam algumas oportunidades de inaugurar o marcador. Ao intervalo, o jogo continua sem golos.

O regresso dos jogadores ao relvado do Estádio D. Afonso Henriques mostra uma Vitória de Guimarães mais organizada, num bloco mais baixo, com o objetivo de controlar as constantes investidas portistas. Do outro lado, o FC Porto entra em força e com intensidade.

A dez minutos da segunda parte, a equipa da casa fica muito perto de fazer o primeiro golo do jogo. Filipe escorrega na área e deixa Davidson sozinho. O avançado dos vimaranenses perde a receção e a bola chega a Casillas, mas faz 'tremer' os adeptos portistas.

Aos 60 minutos de jogo, as equipas começam a mostrar algum desequilíbrio e bastante dificuldade na construção de jogo, bem como no domínio do meio-campo.

Já aos 73 minutos, o FC Porto desperdiça uma grande oportunidade de apontar o primeiro golo da partida quando Marega surge entre os centrais vimaranenses para receber um passe de Óliver. O maliano remata à baliza, mas Venâncio tira a bola mesmo em cima da linha.

À medida que o jogo avança para o apito final, as duas equipas começam a acusar o cansaço físico e fica mais visível a dificuldade dos 'dragões' no jogo exterior. Do lado vimaranense, os jogadores de Luís Castro procuram manter a intensidade e fechar as linhas de passe do adversário.

Ao minuto 90+1, Pepe ainda marca, mas o árbitro Rui Costa anula o golo por fora de jogo.

Com este resultado, o FC Porto mantém na liderança, com 50 pontos, seguido de perto pelo Benfica, com 47 pontos, e o Sporting de Braga, com 46 pontos. Já o Vitória de Guimarães continua à condição no 5º lugar, com 32 pontos, e dependente do resultado do jogo de segunda-feira, entre Moreirense e Belenenses SAD, com 31 e 29 pontos respetivamente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.