A senda vitoriosa dos leões foi hoje quebrada no reduto do Braga, que ali sofreu a primeira derrota em oito jogos. Uma derrota que não custa só os três pontos ao clube leonino, mas que os coloca a 15 pontos do cada vez mais líder Sporting de Braga e do Benfica, se a equipa de Jorge Jesus vencer amanhã o Vitória de Guimarães na Luz.

Não foi preciso um grande jogo da equipa de Domingos Paciência para ultrapassar o Sporting. Os leões até entraram melhor, acutilantes, com um Braga recuado na defesa a espreitar o contra-ataque. Mas o golo de Paulo César, que rematou rasteiro à entrada da área, com a bola a bater em Tonel e a trair Rui Patrício, acabou por ser fatal ao Sporting, que só dispôs de duas oportunidades.

Eduardo foi chamado a intervir, ao minuto 35, com um forte remate de Saleiro à entrada da grande área e ao minuto 40, mais uma oportunidade para a equipa visitante: depois de um cruzamento de Grimi e consequente intercepção falhada de Eduardo, Liedson  rematou por cima de uma baliza desimpedida.
A segunda parte foi uma gestão de jogo do Braga e com o Sporting, ainda que esforçado, a mostrar-se perdido. Carlos Carvalhal ainda apostou na velocidade de Yannick para substituir Izmailov, Matias para o lugar de Adrien e Pongolle para o lugar de Saleiro, mas as substituições não surtiram efeito.

Em cima do minuto 90, Yannick Djaló rematou à entrada da área, mas a bola passou ao lado do poste da baliza de Eduardo.

Nota ainda para o cartão amarelo que Daniel Carriço viu ao cometer falta sobre Mossoró. O defesa fica assim de fora no próximo jogo frente ao FC Porto, terça-feira, para a Taça de Portugal.

Já no último minuto de compensação, Miguel Veloso rematou forte e rasteiro, com a bola a rasar o poste.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.