Ivo Vieira, treinador adjunto do Nacional, apontou hoje a vitória como único objectivo da equipa no jogo de domingo, frente ao Portimonense, na sétima jornada da Liga portuguesa de futebol.

O técnico acredita que não será fácil bater os algarvios por se tratar de “uma equipa muito organizada, que normalmente joga fechada e que aposta no contra ataque”.

“Contudo, o nosso propósito passa por somarmos os três pontos, apesar de sabermos das dificuldades que nos irão impor”, afirmou Ivo Vieira, considerando que a partida será um teste à equipa, depois de no Estádio da Madeira terem passado adversários como o Benfica, Guimarães e FC Porto, que “jogam abertos”.

Na opinião do adjunto de Predrag Jokanovic, “com o Portimonense será diferente e este jogo será um teste para a equipa”, já que esta época ainda não jogou em casa frente a um adversário com estas características e “é sempre mais difícil defrontar uma equipa assim”, apesar do capital de confiança ganho com o empate no terreno do Sporting.

“Pontuar em casa de um candidato é sempre moralizador, mas neste jogo com o Portimonense vai ser preciso alguma paciência, eficácia da nossa parte e vontade de ganhar”, reconheceu Ivo Vieira, afirmando ainda que o plantel do Nacional é muito equilibrado, embora a onda de lesões tenha condicionado ultimamente.

O Nacional recebe na tarde (16:00) de domingo o Portimonense, no Estádio da Madeira, em jogo da sétima jornada da Liga portuguesa de futebol que será arbitrado por André Gralha (Santarém).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.