De férias no Brasil, Wendel aproveitou para dar uma entrevista ao site brasileiro 'Globoesporte' onde abordou diversos temas da sua carreira.

O brasileiro, que começou a sua aventura no Sporting ainda quando Jorge Jesus era treinador dos 'leões' revelou que gostou muito de trabalhar com o técnico português e que gostaria de reencontrar Jesus no futuro.

"Ele [Jorge Jesus] é um excelente treinador. Gosto muito dele, ajudou-me muito no começo. Quando não jogava, dava-me conselhos para continuar a trabalhar. (...) [Vontade de voltar a trabalhar com Jorge Jesus] Tenho sim. Gosto muito dele como pessoa. Encontrei-o num voo voltando de França para o Rio e ficamos a conversar", disse.

Sobre a época passada ao serviço do Sporting, Wendel considera que foi uma boa temporada com a conquista de duas taças.

"A temporada passada foi muito boa para nós. Ganhamos dois títulos seguidos no ano, um foi a Taça de Inverno (Taça da Liga] e depois a Taça de Portugal. (...) Foi um ano muito bom, mas agora vamos tentar ganhar outro título, já que estamos na semi-final (da taça da Liga)", afirmou.

O brasileiro comentou ainda a sua convocatória para a seleção olímpica brasileira, sendo que o Sporting não pretende libertar o brasileiro uma vez que as datas do torneio olímpico não são datas FIFA.

"É a primeira vez que vou disputar uma Olímpiada, ficamos um pouco ansiosos, mas vamos ver se o clube me vai libertar porque não é data FIFA e eu também sou do Sporting. Espero uma boa resposta deles", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.