O Sporting entrou praticamente a ganhar, com o golo de Yannick aos 6 minutos, após um bom cruzamento de João Moutinho no lado esquerdo.

E tal como começou, os leões despediram-se da primeira parte a marcar: aos 45, Izmailov, num remate de pé esquerdo de fora da grande área coloca o resultado em 2-0, aproveitando um corte defeituoso de Bruno Alves.

Aos 10 minutos, Liedson colocou à prova o guardião portista com um excelente remate à entrada da grande área, rematando de primeira sem deixar a bola cair no chão para grande defesa de Helton.

O Sporting vai carregando no jogo, com lances de perigo junto à baliza de Helton, mas o FC Porto libertou-se aos poucos da pressão exercida pelos homens de Carlos Carvalhal, que têm feito um excelente jogo.

A meio da primeira parte, em resposta ao dominio sportinguista, Jesualdo Fereira deslocou Varela para a esquerda e Mariano para a direita, procurando explorar a velocidade do português sobre Abel.

Aos 24 minutos, o FC Porto passou a ser a equipa que mais perigo levava junto da baliza leonina e por duas vezes Falcao teve a oportunidade de visar a baliza de Rui Patricio, mas o colombiano permitiu o corte da defensiva leonina.

Os dragões ainda reclamaram uma grande penalidade por puxão de camisola sobre Falcao.

O homem do jogo até este momento tem sido Pedro Mendes do lado do Sporting, que tem ocupado muito bem os espaços a meio-campo, anulando o meio-campo azul e branco.

De realçar que o Sporting é a equipa que mais tem demonstrado consistência táctica, com o FC Porto algo apagado com o domínio dos leões, realidade à qual não é alheia a ausência de Fernando.

Restam 45 minutos ao FC Porto para responder à desvantagem e não se atrasar mais na corrida pelo título.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.