Ao intervalo, o Sporting vence o Vitória de Guimarães por 1-0, com golo deMatías Fernándezao minuto 22, no Estádio D. Afonso Henriques, em jogo da 25ª jornada.

Este novo Sporting, da era Godinho Lopes, entrou forte numa casa bastante hostil como é a do Vitória de Guimarães e dominou os primeiros 45 minutos.

O único golo do primeiro tempo surgiu na sequência de uma falta de Bruno Teles sobre Postiga dentro da grande área vimaranense e o árbitro João Capela não teve dúvidas em assinalar castigo máximo contra a equipa da casa, apesar dos muitos protestos.

O chileno Matías sentiu-se confiante para apontar e não falhou. Nilson ainda tocou na bola mas não conseguiu evitar o golo dos Leões ao minuto 22.

José Couceiro bem o disse me conferência de imprensa de antevisão deste encontro, que o grande problema do Sporting é a ineficácia nos momentos cruciais da equipa em frente à baliza. E esta tarde, em Guimarães, não está a ser excepção e o clube de Alvalade podia estar a ganhar por uma vantagem mais simpática.

Nos primeiros 40 minutos, a equipa minhotafoi um autêntico“fantasma branco”. Só nos últimos minutos do primeiro tempo é que a formação orientada por Manuel Machado ameaçou verdadeiramente a baliza de Rui Patrício com um bom remate de Toscano e outro de Jorge Ribeiro, de bola parada, à trave.

Caso o jogo acabasse com este resultado, o Sporting regressaria ao terceiro lugar, roubado ontem pelo Sporting de Braga ao vencer em Aveiro por 2-1. E o Vitória de Guimarães poderia compremeter os lugares da Europa, uma vez que Paços de Ferreira (6.º) e Nacional (8.º) ainda não jogaram o seu jogo, agendado para esta segunda-feira.