A Académica confirmou esta quarta-feira que Rui Borges já não é o treinador da equipa principal de futebol do clube, desejando felicidades ao técnico que orientava a equipa desde o início da temporada de 2020/21 e que na temporada passada levou a 'briosa' ao quarto lugar da II Liga.

"A Associação Académica de Coimbra OAF vem informar os seus sócios e demais interessados que, durante a manhã de hoje, chegou a acordo com o treinador Rui Borges e restante equipa técnica para a rescisão amigável do seu contrato. Ao Rui Borges e aos seus adjuntos enviamos votos sinceros de grandes sucessos pessoais e desportivos, agradecendo também toda a seriedade, profissionalismo e honestidade com que pautou a sua passagem pela Académica", pode ler-se no comunicado publicado pela Académica nas suas redes sociais.

A Académica ocupa, atualmente, o último lugar da II Liga, com apenas dois pontos somados ao fim de seis jornadas da temporada de 2021/22. Entretanto, os jornais 'Record' e 'O Jogo' apontam João Carlos Pereira, que já orientou o clube de Coimbra no passado, como estando na linha da frente para a sucessão.

Quanto a Rui Borges, ainda de acordo com o jornal 'O Jogo', não deverá ficar muito tempo no desemprego, podendo em breve ser anunciado como o substituto de Costinha no comando técnico do Nacional da Madeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.