O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, afirmou hoje que os detalhes do acordo com a multinacional chinesa Ledman, patrocinadora da segunda divisão, só serão conhecidos após reunião da direção do organismo.

Em declarações difundidas na página oficial da LPFP, o dirigente adia para 03 de fevereiro, data da reunião, a divulgação dos pormenores do acordo comercial: “À luz dos novos estatutos e novo modelo de governação, todas as decisões estratégicas deverão ter a aprovação da Direção, a quem será apresentada esta proposta para aprovação”.

“A ser bem-sucedida, estará assim validado o acordo e só depois serão revelados, publicamente, em conferência de imprensa, os detalhes de toda a parceria”, afirmou Pedro Proença.

O potencial patrocinador da recém-denominada LigaPro assinou com a entidade que organiza os campeonatos profissionais um princípio de acordo que, entre outros pressupostos, poderá possibilitar o intercâmbio de técnicos, jogadores e ‘know-how’ entre os agentes da modalidade de Portugal e a China.

Segundo a nota da Liga, “a proposta que será apresentada à Direção da Liga, de caráter comercial e institucional, decorre de um desígnio constante no plano estratégico da direção para o quadriénio: a internacionalização para garantir a sustentabilidade e prospeção das competições profissionais”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.