Segundo adiantou hoje à Agência Lusa o dirigente dos “encarnados” de Ponta Delgada, Miguel Simas, a proposta a debater pelos sócios perspectiva um recuo dos encargos, nomeadamente no que se refere à rubrica de despesas com os jogadores.

Reflecte, nomeadamente, o facto de a equipa da próxima época contar com três jogadores a custo zero, indicou.

Sem avançar detalhes, Miguel Simas disse que o projecto de orçamento para 2010/2011 prevê, igualmente, um acréscimo de receitas.

No exercício da última época, o Santa Clara estima ter tido, pela primeira vez nos últimos anos, um resultado positivo de 250 000 euros.

Dados avançados por Miguel Simas indicam que os encargos com os jogadores representam cerca de 35 por cento da estrutura de custos do clube, correspondendo o serviço da dívida a cerca de 15 por cento da despesa global.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.