A Lista A, liderada por António Matos, vai impugnar o ato eleitoral do Arouca de 29 de junho, depois da Comissão Eleitoral ter excluído a lista da corrida às eleições do clube.

Segundo a comissão responsável pela análise e aprovação das duas listas que foram submetidas ao sufrágio, cinco elementos da Lista A não eram elegíveis por já terem perdido o direito de sócio no decorrer da falta de pagamento da quotização anual por um período superior a um ano.

Em consequência desta decisão, a Lista A emitiu um comunicado, onde reforça que não desistirá de "prosseguir com a candidatura" porque "o clube só tem a ganhar com o debate de ideias e não pertence a uma só pessoa, nem a uma só família".

A Lista B, encabeçada por Carlos Pinho, foi a única validada pela Comissão Eleitoral.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.