O Arouca subiu hoje pela primeira vez à Liga de futebol, consumada na 41.ª e penúltima jornada, com triunfo caseiro 3-0 sobre o União da Madeira, acompanhando o Belenenses na próxima época entre os “grandes”.

Melhor marcador da prova, com 24 golos, Joeano inaugurou o marcador (18 minutos), ampliado por André Claro (26) e Soares (42), num êxito que deixou eufóricos os que lotaram o Estádio Municipal de Arouca, que assistiu ao maior êxito da história do clube fundado em 1951 e que apenas se estreou na II Liga em 2010/11.

O treinador Vítor Oliveira volta a subir uma equipa à Liga, depois de o ter feito já com Paços de Ferreira, União de Leiria, Belenenses, Académica e Leixões, precisamente o grande rival nesta ponta final do campeonato.

Com o triunfo de hoje, o Arouca somou 73 pontos, enquanto o Leixões, com alguns tropeções na fase final da prova, soma apenas 68, mesmo com a vitória 2-0 na visita à Oliveirense.

Santos (06) e Hernâni (40), de penálti, fizeram os tentos dos leixonenses, agora já sem margem de manobra para sonhar com o regresso.

No lado oposto da classificação, o Sporting da Covilhã viu confirmada a descida após empate 0-0 caseiro com a Naval, ficando já a distância irrecuperável para o Trofense (cinco pontos), que perdeu em casa com o Belenenses.

O “lanterna vermelha” Vitória de Guimarães B perdeu 4-2 com o Penafiel, enquanto o Freamunde não foi além de nulo (0-0) em casa com o Benfica B.

As equipas B de FC Porto e Sporting de Braga empataram 1-1, com os "arsenalistas" a adiantarem-se por Rafael (24) e os portistas a igualar por Edu (45).

O Sporting B ganhou 2-1 ao Portimonense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.