Os dois jogadores, só vão conhecer o clube segunda-feira, juntando-se aos oito já assegurados: Rui André (ex-Vianense), Tiago Terroso (Rio Ave), André Carvalho (Desportivo das Aves), Tiago Carneiro (Amaraes), Dédé (Avanca), Avelino (Boavista) e Tito e Ricardo Neves (ambos cedidos por empréstimo do Marítimo).

Apesar desta renovação da equipa, o técnico do Varzim, Eduardo Esteves, considerou hoje, no dia da apresentação, que o plantel dá boas garantias.
“Conseguimos um grupo equilibrado, com um misto de jogadores experientes e jovens que nos dão boas perspectivas para encarar este campeonato”, disse o técnico.

Sobre as ambições desportivas, Eduardo Esteves traçou uma meta realista: “Pretendemos lutar apenas pelos três pontos em cada partida e no final fazemos as contas”.

Ponto assente para Eduardo Esteves é que a equipa “não deve passar as aflições da temporada anterior”, em que o Varzim apenas assegurou a manutenção na última jornada.

Também a evitar serão os problemas com os salários em atraso e nesse sentido Lopes de Castro, presidente do Varzim, garantiu que já foram tomadas medidas nesse sentido.

“Fizemos grande contenção orçamental. Este é, talvez, o orçamento mais baixo de sempre do Varzim. Não chega a um milhão de euros, com uma massa salarial 550 mil euros”, revelou o dirigente.

Lopes de Castro considerou que foi construído “um plantel equilibrado e dentro das possibilidades do clube”, destacando a “aposta nos elementos da formação, que voltaram a ser uma prioridade esta temporada”, com cinco elementos a transitarem da equipa júnior.

O plantel do emblema poveiro começa os trabalhos segunda-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.