O Desportivo de Chaves, recém-promovido à II Liga de futebol, teme que as obras do Estádio Municipal não estejam concluídas para o primeiro jogo do campeonato, a 18 de agosto, e tenha de jogar em casa emprestada.

O vice-presidente do clube de Trás-os-Montes, Rui Martins, afirmou hoje à agência Lusa que o empreiteiro garantiu que a substituição do relvado estaria pronta a 7 de agosto, mas as obras estão ainda «muito atrasadas».

E, acrescentou, «mesmo que o relvado seja entregue nessa data, pode não reunir as condições necessárias para se realizar logo lá o primeiro encontro do campeonato».

Rui Martins considerou que o primeiro jogo, frente ao Leixões, poderá ser feito em casa emprestada.

«Mas, ainda não estamos a pensar em alternativas, nem sondamos nenhum clube de futebol», frisou.

De regresso aos campeonatos profissionais, a equipa transmontana teve de substituir o relvado com mais de 30 anos, um investimento de 150 mil euros, por não ter as condições exigidas para competir na II Liga.

Além disso, tem em curso obras de remodelação dos balneários, a construção de uma sala de primeiros socorros e uma sala antidopping.

O emblema "azul-grená" fez os dois jogos caseiros da Taça da Liga de futebol no Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real.

O pré-estágio foi realizado no Complexo Desportivo de Vila Pouca de Aguiar, a 25 quilómetros de Chaves.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.