Os golos surgiram no segundo tempo, aos 61 e 79 minutos, dando algum colorido a uma tarde invernal, em que o futebol não primou pela categoria.

Clemente criou a primeira situação de perigo, aos três minutos, com um remate ao lado, e, aos 34, Diop imitou o seu colega de equipa, enquanto o Penafiel apenas incomodou o guarda-redes contrário, aos 43, com uma boa defesa de Rui Pego a um remate de Rafa.

Na segunda parte, o Chaves teve maior pendor atacante e, aos 61 minutos, na marcação de um pontapé de canto, Carlos Pinto fez a bola entrar directamente na baliza, inaugurando o marcador.

O domínio dos transmontanos acentuou-se e, após perdidas de Clemente (69 minutos) e Bruno Magalhães (78), Carlos Pinto fixou o resultado, aos 79, dando o melhor seguimento a um cruzamento de Castanheira.

O Chaves foi a equipa que melhor se soube adaptar às más condições climatéricas, acabando por justificar a vitória.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.