Carlos Oliveira apresentou hoje a demissão do cargo de presidente do Leixões, no decorrer da assembleia-geral do clube, anunciou o emblema da II Liga de futebol.

Convocada para apresentar o relatório do grupo de trabalho que fez a análise das contas do período entre 2004-2014, bem como do Relatório de Gestão e Contas 2013/14, a reunião magna acabou por ter um desfecho inesperado.

Confrontado com a aceitação por parte do presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Leixões, Manuel Leão Tavares, de duas moções que considerou "lesivas do seu bom nome", Carlos Oliveira de imediato anunciou a sua demissão, após o que abandonou a reunião magna.

Manuel Leão Tavares não aceitou o pedido, tendo ambas as moções, na votação que se seguiu, "sido rejeitadas por uma larga maioria dos cerca de 100 associados presentes", pode ainda ler-se na comunicação do clube de Matosinhos.

Apesar do anúncio, Carlos Oliveira mantém a presidência da SAD do Leixões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.