Carlos Pinto deixou hoje o cargo de treinador do Leixões após a derrota com o Mafra, por 2-0, que elevou para sete o número de jogos consecutivos sem vencer na II Liga de futebol, anunciou a SAD.

Em comunicado publicado na sua página no Facebook, a SAD informou que "após a derrota com o CD Mafra, Carlos Pinto colocou o lugar de treinador do Leixões SC - Futebol, SAD à disposição. A administração aceitou o pedido do treinador, bem como da restante equipa técnica".

Carlos Pinto chegou ao Leixões no início da época com o objetivo de lutar pelos lugares de promoção à divisão principal do futebol português, mas acabou por sucumbir aos resultados, tendo na partida de hoje, inclusive, sido expulso ao intervalo.

Com seis vitórias, seis empates e cinco derrotas na II Liga, Carlos Pinto deixa o Leixões no nono lugar, com 24 pontos e a nove dos lugares que dão acesso à I Liga.

Na comunicação, a SAD acrescenta que " a equipa principal será, interinamente, liderada por Bruno China [que transita dos sub-23], que terá como treinador adjunto Márcio Rocha".

Os sub-23 do Leixões, por seu lado, "passarão a ser, interinamente, liderados por José Manuel Ferreira e José Augusto Faria", lê-se ainda no documento.

"Ao Carlos Pinto, Pedro Machado, Emanuel Konde e João Peralta agradecemos todo o profissionalismo e dedicação com que representaram o Leixões SC - Futebol, SAD, desejando-lhes todos os sucessos pessoais e profissionais", concluiu a informação disponibilizada pelo emblema de Matosinhos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.