O Desportivo de Chaves e o técnico Carlos Pinto chegaram a acordo para a rescisão de contrato, anunciou hoje o clube que ocupa o quinto lugar na II Liga portuguesa de futebol.

Em comunicado, o emblema transmontano anunciou que Carlos Pinto cessou funções “por mútuo acordo” e agradeceu “todo o empenho e profissionalismo” do treinador ao serviço do clube.

Carlos Pinto deixa o comando técnico dos flavienses após o triunfo no reduto do Varzim, por 3-1, no sábado, para a 19.ª jornada do segundo escalão e no quinto lugar, com 30 pontos, a oito do segundo, que dá direito a subida direta à I Liga.

Em 20 jogos oficiais esta temporada, o Desportivo de Chaves soma nove vitórias, três empates e oito derrotas, tendo sido afastado na segunda eliminatória da Taça de Portugal pelo Sporting de Espinho, do terceiro escalão.

No campeonato, o emblema de Trás-os-Montes apresenta até agora um melhor registo fora de portas, com seis vitórias e um empate em 10 partidas, enquanto em casa soma três vitórias e dois empates em nove jogos.

O treinador de 47 anos, que representou o Desportivo de Chaves como jogador, termina novamente a ligação ao clube após já ter orientado a equipa na temporada 2014/2015, também na II Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.