O luso-canadiano Nilton Terroso, ex-técnico dos sub-21 do Cardiff, foi hoje apresentado aos jogadores do Atlético como novo treinador da equipa de futebol do clube lisboeta, 15.º classificado da II Liga.

Mas a direção do clube alcantarense, que comemora 75 anos de existência, diz que não foi ouvida pelo chinês Xiaolong Ji, responsável pela SAD para o futebol do clube alcantarense.

"Uma vez mais a SAD não nos ouviu ou deu qualquer informação sobre o novo treinador, o que também já tinha ocorrido com o anterior. Não tem existido qualquer tipo de diálogo", acusou Almeida Antunes, presidente da direção do Atlético, clube que vai a eleições no próximo dia 22 de maio.

Almeida Antunes também culpabiliza os responsáveis da SAD pelo atraso de algumas obras de renovação necessárias no Estádio da Tapadinha, assim como pelo péssimo estado do relvado que tem impossibilitado as equipas do clube de se treinarem normalmente.

"Só sei que esta semana vão utilizar as instalações do Almada. De resto, a SAD não tem cumprido com os diversos compromissos que assumiu com o Atlético", adiantou Almeida Antunes, enquanto Xiaolong Ji, responsável pela SAD, se remeteu ao silêncio.

Quarta-feira de manhã o plantel principal do Atlético vai treinar-se no Estádio do Almada, onde Nilton Terroso orientará o seu primeiro treino.

Terroso sucedeu a Pedro Hipólito, que foi dispensado na quinta-feira pela SAD devido aos maus resultados, pelo que o conjunto foi orientado por Carlos Pereira, técnico dos guarda-redes, na partida da 32.ª jornada da II Liga em que empatou (1-1) na receção ao Académico de Viseu.

O Atlético defronta na sexta-feira o Feirense, em partida da 33.ª jornada da II Liga agendada para as 18:00, em Santa Maria da Feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.